O que observar na instalação dos pisos vinílicos?

Os pisos vinílicos ePiso conquistaram os arquitetos, designers de interiores e seus clientes por reunir em um só revestimento benefícios como: conforto, beleza, praticidade, sustentabilidade, resistência, impermeabilidade; por ser antialérgico e antibacteriano, entre outros. As linhas são cerificadas de acordo com as normas ISO 14001 (Sistema de Gestão Ambiental) e ISO 9001 (Sistema de Gestão de Qualidade), o que comprovam seu compromisso com o meio ambiente e o consumidor. Por isso têm garantia de fabricação até dez anos.

Mas o resultado final também depende de dois fatores muito importantes: a instalação do produto e o uso da cola adequada e de boa qualidade. E isso não é exclusividade dos pisos vinílicos! Todo revestimento exige cuidados na sua aplicação. Entre eles, o mais importante é o nivelamento do contrapiso.  Além de estar bem limpo, liso, seco, firme e sem rachaduras.  “Vale lembrar que um grão de areia pode marcar o piso instalado. Se não estiver totalmente nivelado, vão aparecer altos e baixos”, destaca Ilan Tiktin, diretor da ePiso.

Antes de instalar, aplica-se sobre o contrapiso uma massa niveladora, que atualmente é fornecida por fabricas especializadas e feita de uma mistura de cimento e cola PVA. Esta regularização também deve ser feita caso o piso vinílico venha a ser instalado sobre outro revestimento, como uma cerâmica, por exemplo. Neste caso, os rejuntes precisam ser nivelados. Se a cerâmica ou o porcelanato forem do tipo brilhante, antes da massa niveladora deve ser usado um primer para melhorar a aderência à base. No caso de uma base de cimento queimado, muito lisa, na etapa inicial do serviço será necessário picotar o chão para a massa niveladora aderir.

Outro importante cuidado é verificar a existência de umidade no contrapiso e, caso necessário, impermeabilizar o local.

Um fator que deve ser considerado é a escolha da cola adequada para esse tipo de revestimento. Há basicamente dois tipos de adesivos que são utilizados na colagem de pisos vinílicos:

Adesivos base borracha: feitos com solventes, são também chamados “adesivos de contato” pois  devem ser aplicados em ambos os substratos a serem colados e emitem vapores nocivos ao secar.

Adesivos base acrílico: feitos com água, são mais modernos e não emitem vapores nocivos ao secar. Podem ser utilizados passando o adesivo somente no contrapiso e, após ter pega, deve ser prensado o piso contra o adesivo.

Com todos os cuidados com o contrapiso, um instalador treinado pode aplicar de 50 a 60 metros quadrados em um único dia. A manutenção também é muito prática, basta passar um pano úmido e pronto, o piso vinílico ePiso estará novo!

0 replies

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *